Enquadramento e medidas de resposta ao Covid-19

Covid 19: Medidas de resposta

A segurança de todos é o nosso compromisso

 

No Grupo Casais estamos conscientes do desafio que o surto epidémico COVID-19 trouxe para cada um de nós, e respetivas famílias, por isso, estamos profundamente comprometidos em tomar todas as medidas necessárias para salvaguardar a segurança, saúde e bem-estar dos nossos colaboradores, clientes, parceiros e sociedade em geral.

 

Para assegurar um nível de segurança quanto aos riscos de contágio dentro desta nossa Comunidade, criámos um Comité constituído pela Comissão Executiva do Grupo, Diretores Coordenadores e a Equipa de suporte coliderada pelo DRH (Departamento de Recursos Humanos) e DPS (Departamento de Prevenção e Segurança) que incorpora elementos destas áreas e da área de Comunicação.

 

O objetivo deste Comité é:

  • Criar um único ponto de contacto e tomada de decisão relacionado à ameaça COVID-19;
    Maximizar a segurança e o bem-estar das equipas;
    Minimizar os impactos negativos nos negócios;
    Procurar e fornecer informações oportunas, relevantes e claras;
    Manter as operações dentro do quadro de normalidade atual e procurar a retoma de níveis de normalidade a 100% o mais rápido que possível.

 

Temos vindo a acompanhar as diretrizes que têm sido vinculadas e, em Portugal, implementámos um conjunto de medidas em linha com as recomendações das Entidades competentes e que têm sido amplamente difundidas (comportamentos individuais, higienização, controlo do estado das pessoas nos postos de trabalho), assim como diretivas adicionais de comportamentos e boas práticas, tanto em contexto de escritório como em site de obra.

 

Temos consciência que vamos continuar a ter casos positivos, mas temos estado a melhorar os procedimentos todos os dias para constituir processos de mitigação do risco de contágio, assumindo que cada caso é uma aprendizagem.

 

Encaramos os constrangimentos e problemas que surgem como desafios, não sendo estes certamente apenas nossos, mas sim de todos os que trabalham neste contexto atual e que continuam a garantir o funcionamento da economia e da sociedade.

 

A nossa dimensão constitui uma grande responsabilidade para com a nossa comunidade direta e indireta, e nesse sentido estamos a mostrar o caminho de como podemos operar num contexto adverso.

 

Estamos em articulação constante com todos os Stakeholders na partilha de boas práticas porque todos estamos preocupados com o mesmo, desde o trabalhador até à gestão de topo. Tal como sempre fizemos, continuamos a privilegiar a transparência e a confiança nas relações que estabelecemos com todos os nossos Interlocutores.

Plano de contingência e medidas de prevenção - escritórios

  • O teletrabalho é obrigatório sempre que possível; as exceções são apenas permitidas para garantir serviços mínimos;
  • É obrigatória a utilização de máscara sempre dentro ou fora do edifício e sempre que o posto de trabalho se localize num espaço partilhado e open space;
  • É obrigatória a verificação de temperatura antes de entrar nas instalações;
  • É obrigatório a higienização das mãos à entrada e saída das instalações;
  • É obrigatório respeitar o distanciamento físico mínimo de 2 metros;
  • É obrigatório respeitar os circuitos identificados, bem como a sinalética temporária interior e exterior;
  • É obrigatória a utilização de máscara nos espaços de circulação do edifício e sempre que não seja possível garantir o distanciamento físico;
  • Os escritórios devem ter, durante o período de trabalho, caso as condições climatéricas o permitam, as janelas e/ou portas abertas, de forma a haver ventilação natural dos espaços;
  • Antes de iniciar o dia de trabalho, todos os colaboradores devem limpar e desinfetar as mãos. Este processo deve ser repetido na saída para almoço, na entrada no trabalho, após o almoço, e à saída do trabalho, no final do dia. De notar que este procedimento deve ser realizado sempre que necessário;
  • É obrigatório cada Colaborador higienizar o espaço de trabalho e os equipamentos de uso pessoal diariamente (computador, teclado, rato, telefone, entre outros);
  • As limpezas (em particular das portas, torneiras, mesas, cadeiras, etc.) e os mecanismos de desinfeção nas instalações foram reforçados;
  • Os horários, a sinalética e as indicações de acesso aos locais de refeição devem ser respeitados assim como a distância indicada e o cumprimento das instruções para solicitar higienização do mobiliário antes de uma próxima utilização por outro colega;
  • É obrigatório higienizar as mãos antes e depois de utilizar a máquina de café, cafeteira, fonte de água, máquina de vending micro-ondas, fotocopiadora ou outros equipamentos de uso comum;
  • As copas não devem ser utilizadas para convívio social e deve ser respeitada a lotação máxima indicada para cada espaço;
  • Todas as reuniões internas são realizadas através das ferramentas de comunicação online, nomeadamente, com a utilização da aplicação Teams (Microsoft);
  • Todas as viagens de trabalho continuam suspensas. O Grupo Casais, no que respeita à mobilidade dos respetivos trabalhadores, não obstante o respeito pela liberdade dos mesmos, reservar-se-á o direito de determinar a validação de viagens de regresso/entrada nos vários mercados;
  • A participação presencial em eventos nacionais e internacionais continua suspensa;
  • Todas as ações de formação são realizadas, preferencialmente, por webinar;
  • Sempre que terminar uma reunião presencial, é obrigatório identificar o espaço como não desinfetado e solicitar a sua higienização à equipa de limpeza;
  • O contacto com motoristas e estafetas que se dirijam às instalações deve ser evitado;
  • Privilegiamos o contacto dos nossos clientes, fornecedores e parceiros através de telefone, correio eletrónico e/ou através de plataformas digitais de conversação;
  • O regresso dos colaboradores ao escritório só é validado depois de realização do módulo “Plano de Contingência e Medidas de Prevenção – Escritórios”, promovido pela Academia Casais em regime de e-learning, com aproveitamento positivo;
  • Realizamos testes de despiste preventivos e reativos, de acordo com o protocolo interno e determinações da DGS.
  • Consulte o nosso Manual do Plano de Contingência e Medidas Preventivas para o regresso dos Colaboradores em segurança aqui.

Plano de contingência e medidas de prevenção – site de obra

  • Em obra, alterámos os procedimentos de gestão e organização de obra para que exista uma distribuição das equipas por zonas circunscritas, equipas essas que terão sempre um responsável e implementamos um sistema de identificação de cadeia de comunicação para garantir que a informação flui por todas as equipas de obra;
  • Estamos a reforçar a setorização das frentes nas obras sendo as equipas separadas em subequipas, isto para poder interromper apenas uma parte em caso de contágio numa determinada zona;
  • Reforçamos as limpezas e mecanismos de desinfeção, colocámos desinfetantes das mãos nas obras e/ou aumento de pontos de lavagem das mãos equipados com dispensadores de sabão;
  • Os contentores devem ter, durante o período de trabalho, caso as condições climatéricas o permitam, as janelas e portas abertas, de forma a existir ventilação natural dos espaços. À noite devem ventilar com as janelas, levemente, abertas;
  • Definimos um ou mais locais de isolamento em obra para onde o trabalhador sintomático será encaminhado e, seguidamente, evacuado;
  • Reduzimos as reuniões presenciais, com entidades parceiras na obra ou mesmo nas instalações dos parceiros ao mínimo necessário;
  • Sempre que possível as reuniões são feitas remotamente;
  • Os veículos de transporte de pessoal são higienizados frequentemente;
  • O contacto com motoristas e estafetas que se dirijam à obra foi reduzido ao mínimo necessário;
  • A documentação externa deve repousar um período de 24h, compartimentando-a em espaço próprio, para diminuir o potencial de infeção;
  • Os trabalhadores devem circular por trajetos alternativos de forma a cruzarem-se o menos possível;
  • Privilegiamos a manutenção e exclusividade das equipas em obra;
  • Para mitigar o risco de contágio no contexto de obra, promovemos métodos de organização e distribuição de tarefas a cada colaborador, assinalando dentro do possível e de preferência o mesmo espaço/zona na obra;
  • Incentivamos uma maior rastreabilidade da distribuição dos colaboradores pelos vários espaços. Assim, em caso de contágio, é mais fácil identificar as situações de contacto próximo e tomar medidas de isolamento mais assertivas;
  • Nas viagens de média e longa distância os lugares disponíveis por viatura foram reduzidos a 2/3. Sempre que possível, na entrada para cada viagem é realizada verificação de temperatura. As paragens em estações de serviço e a frequência do número de viagens trabalho/caso também foram reduzidas;
  • As entregas de materiais passaram a ser planeadas e monitorizadas cumprindo o protocolo de entrega e rastreio definido pelo Estaleiro Central (identificando condutor, empresa e pessoas com quem houve contacto na obra);
  • Pedimos às empresas externas que trabalham em obra (Subempreiteiros) para implementar o modelo de acompanhamento de casos em observação e cumprir as regras internas de prevenção;
  • Incentivamos as Equipas de Subempreiteiros que trabalham connosco a manter as mesmas equipas atribuídas às obras, com o intuito de não permitir circulação de pessoas entre obras, em especial entre obras de diferentes empreiteiros;
  • A entrada de novas equipas de subempreiteiros em obra apenas será possível com o cumprimento das regras definidas pelo Grupo;
  • Implementamos a distribuição de turnos de refeição em função da capacidade que permita distanciamento social com ocupação máxima de 1/3 nas cantinas e local;
  • Recorremos ao fornecimento obrigatório de refeição por take-away ou catering, em marmitas com a comida condicionada para que seja evitada a deslocação a restaurantes e cantinas, com exceção dos colaboradores que tragam as suas refeições (excecionalmente podem alimentar-se dispersos na obra em locais minimamente higienizados);
  • Procuramos implementar a introdução de vitamina C nas refeições distribuídas;
  • Elevámos o grau de cuidado e incrementámos meios humanos e materiais para garantir o reforço da higienização nas cantinas e nos alojamentos;
  • Realizamos testes de despiste preventivos e reativos, de acordo com o protocolo interno e determinações da DGS.
  • Consulte o nosso Manual do Plano de Contingência e Medidas Preventivas para o regresso dos Colaboradores em segurança aqui.

Plano de contingência e medidas de prevenção – geral

Adicionalmente, promovemos ainda um conjunto de boas prátcias comuns a todos os colaboradores do Grupo Casais:

  • Temos uma equipa de Técnicos de Segurança dedicados só ao Covid-19 em articulação diária com todas as Equipas no terreno e em obra;
  • Suspendemos a utilização do registo de controlo de acessos pela via biométrica. O mesmo deve ser feito com o cartão de colaborador e/ou picagem online;
  • Definimos locais de isolamento para onde um trabalhador sintomático será encaminhado e, seguidamente, evacuado;
  • Implementamos um conjunto de regras de acesso aos nossos edifícios (já mencionadas no Plano de Contingência e Medidas de Prevenção – Escritórios) e aos nossos estaleiros. Desta forma, o acesso aos nossos Estaleiros deve respeitar as seguintes normas:
    É proibida a entrada a qualquer elemento externo sem autorização prévia;
    Enquanto aguarda para ser atendido, deve manter-se dentro do camião;
    Deve deixar as cargas nos locais devidamente identificados para o efeito;
    Deve lavar ou desinfetar as mãos antes e depois da assinatura de documentos, quer em suporte digital quer em papel. Sempre que possível este ato deve se feito por outro meio alternativo (ex. confirmação por email).
  • A documentação externa deve repousar um período de 24h, compartimentando-a em espaço próprio devidamente identificado (quarentena documental), para diminuir o potencial de infeção;
  • Pedimos aos trabalhadores para circular por trajetos alternativos de forma a cruzarem-se o menos possível;
  • Apelamos à alteração de hábitos sociais, nomeadamente, o aperto de mão e outras formas de contacto que possam facilitar a transmissão;
  • Disponibilizamos informação útil, de sensibilização e de prevenção em vários canais para chegar a todos os Colaboradores diretos e indiretos que pertencem à cadeia de produção (tais como etiqueta respiratória, distanciamento físico, identificação de sintomas, cuidados a ter, cuidados na colocação e remoção de máscaras, luvas, medição de temperatura/utilização de termómetros);
  • Promovemos medidas de higiene das mãos, bem como, boas práticas no manuseamento de acessórios no dia a dia (equipamento/material de escritório como secretárias, cadeiras, canetas, furadores, entre outros, cartões, chaves, interruptores, puxadores/maçanetas das portas/janelas, corrimões, equipamentos informáticos, comandos remotos, telefones/telemóveis, máquinas de “vending”, máquinas/ferramentas de uso coletivo, etc.);
  • Analisamos em cada comunidade (cidade) e aferimos em cada site de obra o estado de risco;
  • Definimos três níveis de resposta em função do risco interno e externo e, para cada um, identificamos um conjunto de medidas;
  • Consulte o nosso Manual do Plano de Contingência e Medidas Preventivas para Visitantes aqui.

Apoio ao colaborador e família

O nosso Grupo tem como prioridade a preservação dos seus Colaboradores e Famílias, e procura todos os dias garantir processos e procedimentos que permitam desenvolver o trabalho imprescindível para o futuro da sua sustentabilidade no contexto do COVID-19.

Também, desde o início, estamos a atuar e a adaptar iniciativas e ações com o objetivo de mitigação de risco de saúde dos Colaboradores e seus Familiares, com:

  • Encontramo-nos a fazer testes, quando o próprio SNS não exige, para tranquilizar Colaboradores, Familiares dos nossos Colaboradores e Colaboradores de Subempreiteiros. Adicionalmente, desde novembro, promovemos, por iniciativa própria, aplicação de testes rápidos em grupos de colaboradores com periodicidade semanal para identificar de forma rápida e proativa, potenciais novos casos de infeção;
  • Criámos uma Linha de Apoio Psicológico totalmente confidencial e anónima que divulgamos para todos os Colaboradores;
  • Promovemos sessões de mindfulness, sessões para chefias e colaboradores com temas gerais bem como webinares e formações online para colaboradores em teletrabalho, em isolamento profilático ou quarentena;
  • Incentivamos semanalmente a prática de atividades desportivas com sessões de Treino Funcional e Yoga no formato online;
  • Enviamos lembretes, alertas e informações por sms para todos os colaboradores;
  • Alargamos os testes a Familiares dos nossos Colaboradores;
  • Proporcionamos espaços de isolamento adequados para a recuperação dos Colaboradores;
  • Apoiamos na entrega de alimentação e medicação e outros serviços durante o período de quarentena;
  • Enviamos recomendações e informação para contribuir para uma boa recuperação das pessoas com Covid-19 positivo (com informação sobre o reforço de sistema imunitário pela alimentação e suplementos vitamínicos, e com recomendações e instruções para atividade física), esta inciativa conta com o apoio de um consultor na área da medicina contratado para acompanhar a nossa Equipa de Segurança nesta fase;
  • Estamos a acompanhar diariamente a evolução dos sintomas para poder atuar com serviço de saúde em caso de necessidade.

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e fique sempre a par de todas as novidades